Homem morre após saltar de pedra em cachoeira

Bombeiros alertam para perigo de acidentes em cachoeiras (Evandro Rodney)

Um homem de 36 anos morreu na tarde da última segunda-feira (9) depois que saltou de uma pedra numa cachoeira que fica no Sítio Boa Esperança, na cidade de Sem-Peixe. Uma mulher que estava com a vítima foi quem chamou a polícia.

Ela contou que eles estavam tomando banho no rio quando o homem teria subido em uma pedra e pulado de costas, tendo no impacto batido a cabeça. A mulher, ainda segundo ela, tentou tirar a vítima da água, mas não conseguiu.

Os militares encontraram o homem nas margens do rio, com a parte frontal do corpo voltada para cima e a mão direita sobre o peito, vestido apenas com roupa íntima. Os policiais chamaram socorro médico, mas o homem não resistiu e morreu.

Bombeiros alertam para o perigo

O verão, aliado às férias, requer cuidados para evitar acidentes, dentre eles, os afogamentos. Com o calor da estação, aumenta a procura por cachoeiras, rios e lagos. De acordo com o sargento Tiago Fernandes, do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais, a ingestão de bebidas alcoólicas é um dos principais causadores de morte por afogamento em adultos. “As pessoas têm que evitar entrar na água depois que beberem, pois o álcool pode tirar os reflexos e provocar um acidente”, explica.

O sargento explica ainda que saber nadar não é, por si só, uma condição para que um afogamento seja evitado. A recomendação do militar é que a pessoa sempre vá acompanhada e faça um prévio reconhecimento do local.

Ainda conforme dicas da corporação, cachoeiras costumam ter muitas pedras soltas e a presença de limo (lodo), que deixa o local escorregadio e propício às quedas. Além disso, não é recomendado saltar em locais desconhecidos, pois, em caso de choque, há um grave risco de lesões na coluna vertebral, braços e pernas, que podem deixar sequelas gravíssimas.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA