Djalma Bastos é reeleito presidente da Câmara de Monlevade

Djalma Bastos (PSD), foi reeleito para o mesmo cargo nos próximos dois anos (Cíntia Araíujo Acom/CMJM)

O presidente da Câmara de João Monlevade no biênio 2015/2016, Djalma Bastos (PSD), foi reeleito para o mesmo cargo nos próximos dois anos. A Mesa Diretora que conduzirá os trabalhos do Legislativo monlevadense durante o biênio 2017/2018 tem como vice-presidente Leles Pontes (PRB), Guilherme Nasser (PSDB) como Primeiro Secretário e Cláudio Cebolinha (PDT) como Segundo Secretário. A eleição da mesa ocorreu na manhã do dia 1º de janeiro, durante a posse dos 15 vereadores, prefeita e vice-prefeito eleitos para o mandato de 2017 a 2020.

A cerimônia ocorreu no Teatro Professor Antônio Gonçalves, no Centro Educacional de João Monlevade. A banda Harmonia Celeste, do Templo Arca da Assembleia de Deus, recepcionou a todos com interpretação de grandes sucessos. Além dos vereadores eleitos, ocuparam lugares ao palco o ex-prefeito Teófilo Torres, o deputado estadual Tito Torres (PSDB), o vice-prefeito Fabrício Lopes e a esposa Simone Lopes e, ainda, a prefeita Simone Moreira e seu marido, o ex-prefeito Carlos Moreira. Em cumprimento ao Regimento Interno da Câmara, o presidente Djalma Bastos conduziu os trabalhos.

Conforme alteração do Regimento Interno, o vereador com o maior número de legislaturas é quem fez o juramento de posse dos vereadores. Sinval Dias (PSDB), que está em seu sexto mandato, o fez. Logo após, todos os vereadores, nominalmente, disseram “Assim o prometo”, para que então o presidente declarasse todos empossados. Simone Moreira e Fabrício Lopes também fizeram o juramento e foram declarados empossados por Djalma Bastos.

Voto aberto para eleição da Mesa

Ainda obedecendo o novo Regimento da Câmara, a eleição da Mesa Diretora para o biênio 2017/2018 foi aberta. Cada vereador foi chamado ao microfone para declarar ‘Sim’, em caso de apoio à chapa, ou ‘Não’, em voto contrário. A eleição contou com chapa única, encabeçada por Djalma Bastos, tendo como demais componentes Leles Pontes, Guilherme Nasser e Cláudio Cebolinha. A chapa foi eleita com 11 votos favoráveis, abstenção dos petistas Belmar Diniz e Gentil Bicalho, além do vereador Thiago Titó (PDT) e voto contrário de Pastor Carlinhos (PMDB).

Logo após, os vereadores fizeram uso da palavra. Todos reafirmaram seu compromisso com a população de atuarem além das causas partidárias. Djalma Bastos aproveitou o momento para agradecer aos vereadores a eleição da mesa. “Vamos continuar trabalhando de forma a valorizar a Câmara Municipal, os vereadores e servidores, e reforçar a nossa importância para o desenvolvimento do município”, destacou Djalma.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA